Como ser agente imobiliário: o que se espera do consultor?

Como ser agente imobiliário: o que se espera do consultor?

“O que esperam as pessoas quando trabalham com um consultor imobiliário?

Esta é uma pergunta que já passou pela cabeça de todos os agentes. Quer estejam a começar a carreira, quer tenham dezenas de anos de experiência.

A satisfação do cliente vendedor é prioritária. Responder a esta pergunta irá definir a qualidade do serviço que oferece.

Providenciar um serviço personalizado, eficiente e rigoroso é essencial para quem quer ser um bom agente imobiliário

A relação que estabelece com as pessoas é fundamental. É, atualmente, umas das características que distingue um agente imobiliário do outro, pois todos trabalham com as mesmas ferramentas e promovem nos mesmos meios. Por isso, a forma como comunica e resolve os problemas dos seus clientes irá fazê-lo sobressair.

Mas, por vezes, aquilo que pensamos que é melhor para os clientes, nem sempre é o que eles desejam. E o que espera quem vende uma casa quando trabalha com um consultor?

Para o/a ajudar a responder a essa pergunta, reunimos algumas características e comportamentos que deve ter para trabalhar como consultor imobiliário.

1 – Defina uma estratégia de venda

Os clientes vendedores querem estar a par de tudo o que está a fazer para vender a casa. Dizer que vai promovê-la online, não chega. Tem que apresentar um plano de ação que contemple uma estratégia offline e online.

Se as pessoas procuram a sua ajuda é porque estão à espera que o seu conhecimento profissional seja amplo, que dispõe de técnicas e de uma rede de contactos que os ajude a vender a propriedade de uma forma rápida e com confiança.

Apresente todas as suas ideias de promoção num plano detalhado e temporal. Será reconhecido como um especialista que trata cada venda e cada cliente como únicos.

2 – Dê conselhos: os clientes precisam deles

Mesmo que não peçam diretamente a sua opinião, dê voz às suas sugestões.

O aconselhamento é a razão principal pela qual as pessoas recorrem a uma agência imobiliária.

Um consultor imobiliário é um especialista. Tem uma opinião formada, baseada em factos reais comprovados com trabalho diário no mercado. Será absurdo não dar o seu ponto de vista.

Os clientes vendedores querem saber a sua opinião sobre o preço a pedir pela casa. Eles contam com a sua análise para que se possa colocar a propriedade no mercado a um bom preço. É necessário realizar pequenas obras para conseguir um valor melhor? O que podem fazer para rentabilizar o imóvel? Que propostas devem considerar?

O seu papel é o de guia. Tem que orientar o cliente vendedor para que ele/ela possa chegar a uma decisão que o/a deixe confortável, e que beneficie todos os intervenientes,

3 – Identifique o período de tempo que tem para vender

O tempo que tem para vender a casa é dos primeiros assuntos que deve esclarecer com o cliente vendedor. Todos têm na mente uma determinada data até à qual querem vender a propriedade. Uns terão mais urgência, outros terão menos. É fundamental identificar o período temporal que dispõe para concluir o processo. Eles esperam que cumpra.

Com uma data especifica, consegue planear melhor as suas ações e certificar-se que não falha com o combinado.

4 – Boas capacidades de negociação

O máximo. Esta é a resposta que todos os clientes dão à pergunta “Por quanto quer vender o imóvel?”

Ao consultor imobiliário cabe (depois de identificar o valor certo para o mercado) defender os interesses do cliente. Isso significa que tem de negociar com os potenciais compradores.

Um agente deve saber o que dizer nas horas em que a negociação anda de um lado para o outro. Tem que ter uma atitude assertiva para descobrir o ponto certo que conduz ao fecho do negócio.

É a voz dos vendedores. É a pessoa a quem eles confiam um processo negocial que lhes muda a vida.

5 – Responsabilidade

Cada imóvel que tem em carteira é, possivelmente, o bem mais valioso que o seu cliente teve/terá na vida.

Nunca fique demasiado confortável ao lidar com dezenas e centenas de milhares de euros. A partir do momento em que 10.000€ não lhe pareçam um obstáculo para a conclusão do negócio, não está a defender os interesses do seu cliente.

Ele pediu-lhe que fosse responsável em todo o processo, e você aceitou o desafio.

Ao sentir-se responsável pelo futuro do cliente vem ao de cima toda a sua capacidade profissional. Trabalha com mais afinco para chegar a bom porto mais rapidamente. Todos os seus esforços são otimizados e não deixa nenhuma tarefa para depois.

Ao trabalhar com alguém que se responsabiliza por todas as ações e acontecimentos, o cliente confia mais facilmente e aceita, mais rapidamente, todas as suas sugestões. Será levado a sério e construirá uma reputação invejável.

Estas são algumas atitudes e estratégias que um consultor imobiliário deve ter para que possa oferecer um serviço de qualidade. E qualidade é o que esperam todos os clientes de um agente imobiliário. Seja o profissional que resolve problemas e que defende os interesses de quem o contrata.

Last modified on Setembro 29th, 2017 at 12:57