Dicas de copywriting para agentes imobiliários

Dicas de copywriting para agentes imobiliários

Já por várias vezes salientámos a importância da partilha de boas fotografias nos anúncios dos imóveis.

As imagens/ vídeo são os elementos que captam e agarram a atenção do seu potencial cliente. Mas serão suficientes para vender?

A resposta é simples: não. O texto que as acompanha é que fará a venda.

Para descrever o imóvel não basta uma simples descrição das características da propriedade. Ponha-se no lugar do seu cliente.

Ao ler as informações sobre um imóvel, o que precisa de saber, na realidade? Que a casa tem “ 3 quartos, duas casas de banho, uma cozinha equipada e bons acessos?” Isso chega-lhe para a pôr no topo da sua lista de preferências?

Identificar as características de um imóvel é importante. Mas explicar quais os benefícios que cada uma delas traz para o cliente, é uma técnica quase infalível.

Para que possa escrever textos mais eficazes para os portais imobiliários e redes sociais, partilhamos algumas dicas de copywriting para agentes imobiliários.

1 – Saiba para quem está a escrever

Identificar o público-alvo para o tipo de propriedade que está a vender, vai ajudá-lo/a a escolher o “tom de voz”, e a realçar certos aspetos dos imóveis.

Se está a promover um T3 nos subúrbios, é muito provável que esse imóvel seja procurado por famílias, ou pessoas que estejam a pensar em constituir família. Por isso, pode, por exemplo, em vez de referir “bons acessos” dizer que “o apartamento fica a 5 ou 10 minutos de escolas, parques de lazer e supermercados.” Com esta informação mostrará, ao possível cliente, que ele/ela não terá que se deslocar muito para chegar onde precisa. Quem tem crianças apreciará bastante este pedaço de informação.

2 – Opte por palavras que traduzam ações

Encher o seu texto com adjetivos não trará muitos resultados. As pessoas já estão à espera que o agente imobiliário diga que a casa é bonita, remodelada e especial. Mas os gostos e perceções são relativos, por isso aproveite o anúncio para encorajar uma ação, principalmente, no título do anúncio.

Palavras como “descubra” “remodele” ou “visite”, fazem com que o visitante olhe para o seu título, e tome uma ação. No meio de 25 anúncios, o seu terá mais probabilidade de se destacar.

3 – A propriedade tem uma característica única? Aproveite-a

Se o imóvel que está a promover, tem uma característica que o diferencia no mercado, deve, obviamente, aproveitá-la. Mas se o fizer da forma convencional, dizendo apenas que “a moradia tem uma piscina aquecida”, este aspeto até pode passar despercebido no meio do texto.

Mas se construir uma história à volta da característica, a probabilidade de captar a atenção do leitor será maior.

“Relaxar será mais simples e rápido: depois de um longo dia de trabalho, pode dar uns mergulhos na SUA piscina aquecida. Ninguém o incomodará, e pode começar o serão da melhor maneira. Tranquilo/a e de energias renovadas.”

4 – Esqueça os clichés

“Recentemente renovada”, “muito bem estimada”, “oportunidade única” são frases que aparecem, constantemente, nas descrições dos anúncios.

E quem anda no mercado, à procura de casa, já começa a duvidar da veracidade destas qualificações São usadas com tanta frequência, que já não tem o significado que deviam.

E se tem o azar da casa “recentemente renovada” não estar de acordo com as expectativas que o seu possível cliente tem de uma casa recentemente renovada, vai perder uma venda, e ficar com a reputação de mentiroso.

Se um vendedor de carros lhe disser que o automóvel é uma “oportunidade única”, que o deve comprar antes que “desapareça”, o seu pensamento será “que problema gravíssimo é que o carro tem, ou teve?”.

O melhor é evitar os clichés. Deixe que sejam as fotografias a mostrar se o imóvel está renovado, ou bem estimado.

5 – Cuidado com a gramática e erros ortográficos

Todos os seus esforços podem ser deitados por terra se escrever um texto com erros ortográficos e gramaticais.

Para o evitar, aconselhamos que “passe” sempre, mas sempre, o texto por um corretor ortográfico. Aqui fica o link para o FLIP On-line – corretor ortográfico e sintático.

Esperamos que estas dicas de copywriting para agentes imobiliários, lhe sejam úteis. Escrever anúncios eficazes, não é algo que se consiga facilmente, mas se tiver em consideração estas técnicas, verá que os resultados começarão a aparecer.

Lembre-se que boas fotografias E um bom texto venderão, mais rapidamente, o imóvel que quer promover.

 

Last modified on Setembro 29th, 2017 at 11:19 am