Dicas branding ramo imobiliário

5 dicas de branding para agentes imobiliários

Criar, desenvolver e promover uma marca não é fácil. No ramo imobiliário muito menos.

Mas numa área de negócio tão competitiva como esta, é preciso marcar a diferença. Quem constrói uma boa marca pessoal, é rei. Quem não o faz, é apenas mais um.

No X-IMO Talks de Lisboa, o especialista em branding, Massimo Forte, salientou a importância de criar uma identidade própria, que nos ajude a relacionar com os clientes e, ao mesmo tempo, que nos distinga de todos os outros consultores imobiliários.

E como se pode começar a criar uma marca pessoal? Para que possa melhorar o seus resultados, siga estas dicas de branding para  agentes imobiliários.

1 – Identifique o seu público-alvo

Antes de pensar em ideias de como, e em que meios se promover, tem que analisar, com cuidado, o perfil do seu cliente tipo. Comunicar para pessoas que procuram imóveis de luxo, exige técnicas e plataformas diferentes do que se estiver a vender propriedades a millennials, que estão, agora, à procura da primeira casa.

Crie uma persona (personagem fictícia que representa o seu público-alvo) bem definida, para que lhe seja mais fácil “visualizar” as pessoas com as quais deseja comunicar.

Ao identificar o público-alvo será mais fácil, no futuro, prever as necessidades dessas pessoas, e desenvolver uma estratégia que o levará até eles.

2 – Crie a sua história

Esta foi uma técnica, constantemente abordada, por Massimo Forte durante o X-IMO Talks de Lisboa.

O que o torna diferente, deve ser a base da sua marca.

Olhemos para o exemplo do formador.

Massimo Forte identifica-se como um italiano de Milão que, desde cedo, foi habituado a sair da zona de conforto. É com esta premissa, que parece corriqueira, que construiu uma marca, uma narrativa, que o tornou conhecido no ramo imobiliário. As pessoas guardam este pequeno pedaço de informação, que o distingue de todos os outros formadores e consultores.

Para que possa chegar ao que o torna diferente dos outros agentes imobiliários, faça estas perguntas, a si mesmo:

– Porque é que os meus clientes trabalham comigo e não com outros agentes?

– Em que áreas sou, realmente, um especialista?

– Porque me tornei num consultor imobiliário? Quais são os meus objetivos de carreira?

Estas questões irão ajudá-lo a identificar os seus pontos fortes, nos quais se irá focar ao criar a sua marca.

3 – Pense e crie a sua identidade gráfica

Não adianta ser o melhor profissional, e ter a melhor história se a sua imagem não o ajuda. Pense nas marcas da sua preferência. Qual a primeira coisa que lhe vem à cabeça? O logótipo.

Procure um designer que o lhe desenvolva uma imagem que possa adotar no website, nas redes sociais, nos cartões de contacto, etc.

Uma imagem coerente, uniformizada e profissional, traz, imediatamente, uma credibilidade acrescida.

4 – Desenvolva uma estratégia de marketing

Uma marca sem promoção não é uma marca. Tem que se estabelecer no mercado.

Não se pode falar em branding sem dar a mão ao marketing. No caso da mediação imobiliário, uma estratégia de marketing passa muito pela promoção pessoal.

As redes sociais podem ser, caso veja que o seu público-alvo é ativo nessas plataformas, uma ótima maneira de promover uma marca, a um custo relativamente reduzido.

Mas nunca pense numa estratégia offline ou online. A melhor maneira é conjugar as duas. Não se promova como uma pessoa bem-disposta e acessível, nas redes sociais, se depois, ao conhecer os clientes, é uma pessoa de pouca conversa.

Analise em que meios deve estar, para chegar ao seu público-alvo, e faça os possíveis para ser notado.

5 – Analise, corrija e inove

Não criará uma marca em dois dias. Nem é algo que possa fazer uma vez e já está. Para ter resultados tem que analisar, corrigir e inovar.

Se está a investir tempo e recursos para criar uma marca pessoal, tem que parar para estudar os resultados. Mantenha os processos que estão a ter sucesso e corrija os que tem menos. Seja consistente e tente novas estratégias. Peça e dê valor a todo o feedback que receba de clientes e colegas. Toda a informação será essencial para que possa melhorar o seu branding.